Terça-feira, 4 de Agosto de 2009

O Homem e o Cão

 

O sentido da vida confundia-se com as curvas da estrada. A vida ela própria, fundia-se no macadame em delírio com o sol a pino. Limpou a testa com a manga da camisa desbotada, e com a mão em pala sobre os olhos, levantou a cabeça em direcção ao astro rei, "hoje morre-nos a alma, queimada viva!" murmurou entre dentes enquanto baixava a cabeça e encetava nova etapa.

O cão seguia-o, preso por pouco mais de um metro de sisal grosso, atado à laia de coleira. Uma existência dedicada e servil posta à prova a cada anoitecer no meio das moitas.

O homem vivia de sombras, bebia penumbras com sofreguidão, e alimentava-se de cada noite que caia sobre aquelas paragens, mas era no cume do dia, naquele momento em que o sol é só orgasmos e sabedoria, que ganhava forças e altura.

Pela berma da estrada, mesmo na rebentação das ondas de calor, seguiam a par, o homem e o cão. O homem. Livre, os cabelos e vermelharem o passo, uma juba farta e sem grilhões, o corpo curado em fumeiros de vento, seco e esguio, os olhos cheios de caminhos por fazer, a boca rasa de silêncios, os braços carregados de vozes e rumores. O cão, pisava ao de leve, quase pairava, para não entrar de rompante no espaço fecundado pelo homem. Um olhar medroso, insignificante naquela berma de estrada esmagadora e cruel ao mesmo tempo.

O sol descrevia um arco, esfumando-se em pós de incenso.

As duas criaturas, lado a lado, imolavam o dia, envoltas em gazes de lusco-fusco, e como a luz, extiguiram-se em estrelas e sopros de assombro. 

Image by DeviantArt

sinto-me:
tags:
Original Zumbido por meldevespas às 17:29
link do post | zumbir | favorito
|
9 comentários:
De http://bacharelsocrates.blogs.sapo.pt/ a 5 de Agosto de 2009 às 09:19
http://bacharelsocrates.blogs.sapo.pt/
De alguém+ neste mar de gente a 5 de Agosto de 2009 às 15:00
texto fantástico!! estou impressionada :) escreves muito bem. tenho de voltar com mais tempo!
beijocas
De meldevespas a 13 de Agosto de 2009 às 11:53
Muito obrigada pela visita, e pelas palavras tão simpáticas.
Volta sempre
De entremares a 7 de Agosto de 2009 às 17:32
"As nuvens por cima de terra erguiam-se agora como
serranias, e a costa era apenas uma longa linha verde com os
montes azuis-cinzentos por detrás. A água era agora de um
azul-escuro, tão escuro que era quase púrpura"

O velho e o mar - Hemingway

Gosto de ler as palavras e ver-me no meio delas, como a personagem errante da estrada, acompanhada do seu cão. Gosto de me reconhecer na paisagem, não gosto só de olhar. As histórias só nos matam a sede... se forem sorvidas... com sofreguidão.

Beijos.
Rolando

PS. Foz do Arelho... nevoeiro e chuva... óptimas férias, não é?
De meldevespas a 13 de Agosto de 2009 às 11:55
Obrigada pelo Hemingway ;D

PS: E sim senhor, isso são boas férias, cá na nossa Santa terrinha estão 40º!!!! Eu fazia a troca JÁ!

Beijinhos
De A VER NAVIOS a 8 de Agosto de 2009 às 18:24
Pois... quando aqui passo "bebo" estes belos textos. Agora foi só mais um...
Mas belo.
Volterei rápido.
Bom fim de semana,
José Lopes
De meldevespas a 13 de Agosto de 2009 às 11:58
Mais uma vez, muito obrigada pela enorme generosidade!

Beijinhos
De Gingerbread Girl a 11 de Agosto de 2009 às 21:40
Sempre achei que faltava algo aos teus textos... algo que eu não sabia bem o quê... durante a leitura deste bocadinho descobri. Falta-lhes musica. Musica que acompanhe as letras. Isto são textos de cantar e não de ler.

"...envoltas em gazes de lusco-fusco, e como a luz, extiguiram-se em estrelas e sopros de assombro"

Quem é que se iria lembrar de escrever algo tão lindo? Só tu mulher... só tu.
Lindo que arrepia.
Falta aqui uma harpa. ^^

Beijo enoooooooorme* *
De meldevespas a 13 de Agosto de 2009 às 12:01
Uma harpa...? ok, vou ver se arranjo uma ali nos chineses ;DD
Se achas que com música isto se compõe, então vê lá se sugeres uma para acompanhar o post novo.
Beijos grandes e obrigada cá mesmo do fundo

zumbir

mais sobre mim

pesquisar

 

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Constelaçoes

O Sorriso do Parvo

Porque sim

O Cheiro da Chuva

Estória para adormecer .....

Na lama

Memórias de Vento

A solo

Sem fim

Estória para adormecer......

arquivos

Abril 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Janeiro 2007

Julho 2006

tags

todas as tags

online

links

Bee Weather

Click for Evora, Portugal Forecast Get your own free Blogoversary button!
Photobucket


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Vizzzzzzitas

Horazzzzzz

Tente adivinhar palavras relacionadas com a Matemática no Jogo da Forca:


Clique aqui


Custom T-Shirt Generator
blogs SAPO

subscrever feeds