Domingo, 18 de Maio de 2008

O Verão ainda demora?

 

 

 

 

 

I

Já sonha com dias quentes,

e preguiças na areia,

a Princesa Pim Pam Pum

nas noites de Lua Cheia

II 

Cabelos de algas verdes

Mergulhos no mar salgado

Gelados e bolos de creme

Um sorriso lambuzado

III

Brincadeiras de meninos

caranguejos e conchinhas

Gargalhadas e partidas

Castelos de reis e rainhas

IV

Mais uma volta na cama

Uma onda a rebentar

-Foge menina, agora!

Está na hora de acordar

-Oh que pena, tenho frio

Está a chover lá fora

Será que o sol fugiu

E o Verão, ainda demora? 

 

Image by Pim Pam Pum  

sinto-me:
Original Zumbido por meldevespas às 21:55
link do post | zumbir | zumbidos (5) | favorito
|
Terça-feira, 15 de Abril de 2008

Estória para adormecer...(III)

Estava farto da noite, o morcego de olhos vermelhos.

Era um vampiro míope, não via pescoços novos, nem velhos

Sonhava à luz do dia, com caçadas às claras

Ratazanas às fatias, cobras e moscas raras

Uma noite sem luar, em que o breu era total

Depois de um voo rasante, sobre uma teia sinistra

uma aranha viúva, com ares de quem é "a tal"

Apertou-o sem pudores, até lhe vazar uma vista 

Noutra aventura nocturna, já ia alta a lua

Saiu com toda a família , pra uma festa de rua

Numa investida mortal, à jugular de um pardal

Falhou o objectivo , por um centímetro fatal

Mordeu um cata-vento , no alto de um campanário

Partiu toda a dentadura, naquele dantesco cenário

 

- Deste momento em diante - proclamou com emoção,

Com os olhos vazios e uma muleta na mão-

- Só caçarei de pistola, de catana ou à pedrada

Já não vejo, já não mordo, a minha vida está finada!

@        @

 

Imagem by deviantart

sinto-me:
tags: ,
Original Zumbido por meldevespas às 16:55
link do post | zumbir | zumbidos (8) | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Março de 2008

Estória para adormecer...(II)

Era uma vez um gigante, um mostrengo esfomeado

Morava na toca de um coelho, que ontem tinha degolado

Acinzentava-se-lhe a tez, do aperto em que vivia

Já tinha um pé dormente, em suores frios se esvaia

Veio um curandeiro de gigantes, cirurgião respeitado

Com uma folha de lata oxidada

Cortou-lhe a dormência aos bocados

O gigante soltou um "ai!", e depois respirou fundo

Secaram as ervas em volta, com o bafo nauseabundo

O cinzento arroxeou,

o roxo esverdeou,

o verde amarelou,

o amarelo mirrou...

Foram chamados os físicos, entendidos na matéria

Auscultaram, analisaram, coração, veias, artérias

Finou-se a malfadada criatura, envolta em velado mistério

Chamou-se um gigante legista, para solucionar caso tão sério!!

Era tal o burburinho, afinal o que é que é?

O que matou o gigante foi um carrapato na sola do pé!

imagem: deviantart  

sinto-me:
tags:
Original Zumbido por meldevespas às 15:35
link do post | zumbir | zumbidos (10) | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

O Verão ainda demora?

Estória para adormecer......

Estória para adormecer......

arquivos

Abril 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Janeiro 2007

Julho 2006

tags

todas as tags

online

links

Bee Weather

Click for Evora, Portugal Forecast Get your own free Blogoversary button!
Photobucket


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Vizzzzzzitas

Horazzzzzz

Tente adivinhar palavras relacionadas com a Matemática no Jogo da Forca:


Clique aqui


Custom T-Shirt Generator
blogs SAPO

subscrever feeds